Câmara fica lotada em reunião sobre Escola do Campo

  • Atividade foi amplamente acolhida pela população que tem interesse em oportunizar aos filhos vivência em turno integral

    Assunto: Educação, Cultura e Esporte  |   Publicado em: 09/11/2017 às 10:19   |   Imprimir

Imagine uma escola que além de desenvolver os aprendizados regulares, oportuniza aos alunos um conhecimento teórico e prático do campo? Pois é, isso está sendo implementado pela Secretaria Municipal de Educação e vai iniciar já no próximo ano em Três de Maio. Para isso, a Prefeitura de Três de Maio, está desenvolvendo ações voltadas ao acesso e a permanência na escola, à aprendizagem e à valorização do universo cultural das populações do campo. E na noite da última quarta-feira, dia 08, a comunidade participou de uma reunião na Câmara de Vereadores para dialogar sobre o assunto e conhecer o Projeto da Escola de Campo de Caúna, que será a primeira Escola de Campo em turno integral de Três de Maio.

Segundo a Secretária Municipal de Educação, Tânia Georgi, o projeto de Escola do Campo inicia regularmente já no início letivo do ano que vem (2018) com turmas de pré-escola, 1º, 2º e 3º Anos das séries iniciais, com uma estimativa de 125 vagas para 2018, e gradativamente ir crescendo e alcançando as séries maiores. Tânia destaca ainda, que as propriedades rurais dos moradores que apoiarão os projetos, não serão apenas propriedades de fonte de renda, mas devem se tornar laboratórios práticos e sala de aula para os alunos. “Os alunos terão a oportunidade de ver a ordenha, observar como é o nascimento de um pintinho, acompanhar o plantio de frutas e hortaliças, enfim, faremos um resgate dos conhecimentos do campo para as nossas crianças, o espaço será utilizado por turmas que estarão integralmente no local e também por turmas das demais escolas de Três de Maio que poderão participar de atividades no interior”, destaca.

A vice-prefeita, Eliane Fischer, esteve participando da reunião e destacou que a Administração Municipal está trabalhando intensamente no projeto de escola do Campo especialmente para evitar o êxodo rural que vem ampliando nos últimos anos, fazendo assim com que diversas escolas tenham suas atividades encerradas pelo pequeno número de alunos.

Os pais presentes na reunião puderam já deixar o registro do interesse em matricular seus filhos na Escola de Campo de Turno Integral. Além das crianças que existem em Caúna, a Escola de Campo vai permitir o transporte escolar inverso, levando crianças da cidade para ter aula no interior, em turno integral. É importante lembrar que a Escola de Campo trabalha as disciplinas básicas de qualquer escola, o que diferencia de uma escola regular, é o fato da criança ainda ter disciplinas e oficinas voltadas à questão do campo, agroecologia, agroflorestas e desenvolvimento sustentável, através da produção orgânica de alimentos. Segundo a Secretária Tânia, a Escola ainda contará com oficinas voltadas à música, dança e esportes.

A escola de Campo em Caúna, vai acontecer em três fases paralelas (Fase I – Migração de Escola Estadual para Municipal de Tempo Integral, novo Projeto Político Pedagógico, Público/Objetivos/Metodologia, Base Nacional Comum Curricular e desenvolvimento de Currículo Próprio; Fase II – Envolvimento das entidades locais e regionais para os desenvolvimento de ações; Fase III – Desenvolvimento de Arranjo Produtivo Social, Cultural e Local), devendo realizar a aproximação do ensino com a realidade das crianças, a valorização dos saberes do campo, fomentar o uso de espaços alternativos de ensino, como as plantações locais, realizar o aprofundamento dos conhecimentos, relacionando-os com os produzidos fora do contexto rural, além de propiciar a abertura da escola para a participação ativa da comunidade. Para que o projeto se fortaleça, a Secretaria tem mantido contato com outras escolas rurais para a troca de experiências, e é acompanhada por um corpo técnico muito capacitado para aprofundar na aplicação do projeto.

Texto e fotos: Gabriel Lautenschleger / Coordenadoria de Comunicação

Fale conosco: ascomtm@gmail.com / (55) 3535-3239 / (55) 98129-4324